01/05/2017

Capítulo 27. Kiss




Joseph adentrou em casa e sorriu ao ver que Elisa o esperava sentada no sofá. Ele se aproximou vagarosamente e beijou o topo da cabeça dela. Elisa sorriu e virou-se para olhá-lo. — Você está melhor? — Perguntou, ela sorriu e beijou a bochecha dele assim que ele sentou ao seu lado.

— Eu estou sim, quero me desculpar pelo o que eu falei. Eu estava nervoso e um pouco fora de mim, prometo que não vai se repetir, o.k? — Elisa assentiu e sorriu selando seus lábios em um beijo. Joe demorou um pouco para fechar os olhos e se entregar ao momento, ele já não se sentia o mesmo e não se sentia da mesma maneira em relação à Elisa mas iria seguir com aquela relação até onde dava.

— Está tudo bem, meu amor. Eu confio em você e sei que nada vai mudar entre nós mesmo se Demetria interferir. — Joe sorriu e coçou a nuca sem graça, ele não tinha muita certeza sobre isso, Demetria mexia com ele de uma maneira que ele não conseguia se controlar. O jeito sexy e fofo dela era tão natural, ela não precisava forçar nada. Precisava manter o máximo de distância possível. 

— O que acha de irmos ao cinema? — Perguntou com um sorriso, ela assentiu animada e beijou a bochecha dele. — Depois podemos ir jantar em algum lugar se você quiser. 

— Eu acho uma ótima ideia, amor. — Joe sorriu e levantou-se, ele beijou a testa dela e retirou os sapatos. 

— Eu vou apenas tomar um banho, o.k? Prometo que serei rápido. — Falou e subiu as escadas rapidamente. Elisa sorriu satisfeita e encostou-se melhor no sofá. Joe era seu, nem Demetria e nem ninguém mudaria aquilo. Joseph realmente não demorou muito para se arrumar, ele voltou para a sala vestindo uma bermuda de malha preta e uma blusa cinza escuro. Ele pegou sua carteira em cima da mesinha de centro e as chaves. — Vamos? — Elisa assentiu e levantou, eles caminharam juntos até o carro. Assim que adentraram, Joe deu partida e Elisa ligou o rádio. 

— Céus, eu amo essa música. — Disse sorrindo assim que ouviu os primeiros acordes da música My girl. Joe olhou para ela e sorriu tentando não deixar as lembranças tomarem conta de si.


Flashback on


Joe sentia suas mãos tremerem e suas pernas fraquejarem. Era o quarto encontro que ele tinha com Demi e iria pedi-lá em namoro no melhor restaurante que havia na cidade e estava lotado! Tinha que estar lotado logo naquele dia? Eles já haviam jantado e agora dividiam uma torta holandesa enquanto conversavam sobre o futuro, Demi dizia qual era os seus planos e ele escutava tudo com muita atenção, queria ter um futuro ao lado dela, estava tão apaixonado que já não via mais sua vida sem o sorriso daquela garota. Perto da mesa deles haviam um palco e tinha uma banda tocando uma música lenta. Ele respirou fundo e com o pouco de coragem que tinha pediu licença para ela e subiu ao palco. 

— Joseph, o que você está fazendo? — Demi perguntou e ele sorriu. Falou algo com o músico e logo os primeiros acordes da música foi ganhando vida. Ele viu o olhar surpreso de Demi assim que ele começou a cantar My Girl para ela. Foi ali que ele soube que ela também sentia algo forte por ele.

— I don't need no money, fortune or fame, i've got all the riches baby one man can claim, well i guess you'll say what can make me feel this way? My girl, talking about my girl. — Ele cantou a música toda sem desviar o olhar dela, ele viu cada reação, desde o sorriso até as lágrimas que desceram pelo rosto dela. Joe finalizou a música e uma chuva de aplauso caiu sobre si, Demi sorriu envergonhada e ele foi até ela. Beijou-lhe a testa e sorriu quando ela o abraçou pela cintura escondendo seu rosto avermelhado. — Eu não sou muito bom com isso mas estou dando o meu melhor. Meu mundo mudou pra melhor depois que você apareceu, seu sorriso ilumina meus dias e um dia sem você é como ter um dia perdido. Demi você aceita ser minha garota? — Demi ergueu o olhar para ele e sorriu assentindo com lágrimas nos olhos, ele podia ser um adolescente mas aquele sentimento era muito forte. Ele segurou o rosto dela e eles trocaram um beijo apaixonado selando o inicio da união deles enquanto eram aplaudidos. 


Flashback off



 — Amor, eu estou falando com você. — Elisa disse chamando sua atenção, ele balançou a cabeça e desviou o olhar brevemente da estrada para olhá-la nos olhos. — Que filme vamos assistir? — Perguntou enquanto olhava algo no celular. 

— Eu não sei, você pode escolher. — Falou e voltou sua atenção para a estrada. Seu coração estava acelerado e ele parecia sentir cada sentimento que sentira naquela noite vibrando em seu corpo, aquele sentimento ainda estava vivo dentro dele e ele se odiava por isso. Eles não demoraram muito à chegar ao cinema, não havia muito trânsito naquele horário. Saíram do carro e entrelaçaram suas mãos enquanto caminhavam em direção ao shopping. 

— Amor eu vou ao banheiro enquanto você compra as entradas. — Disse assim que eles chegaram à fila do cinema que estava lotado! Elisa deu um selinho breve nele e foi até o banheiro. Ela colocou a bolsa sobre a pia e arrumou os cabelos.

— Elisa? — Miley saiu de uma das cabines do banheiro e franziu o cenho ao ver a morena ali.

— Miley? O que você está fazendo aqui?   — Perguntou olhando a mulher através do espelho, Miley se aproximou e ligou a torneira lavando as mãos.

— Vim ao cinema com meu namorado. — Deu os ombros e observou Elisa enquanto ela passava o batom vermelho nos lábios. — E você? Está aproveitando os últimos dias que te restam ao lado do Joseph? — Ela não perderia a oportunidade de alfinetar Elisa nunca. A mulher olhou pra ela com a sobrancelha arqueada e guardou o batom na bolsa.

— Desculpa mas eu não entendi. — Miley revirou os olhos e arrumou os cabelos loiros e curtos em frente ao espelho.

— Você está aproveitando os últimos dias que tem ao lado de Joseph porque logo, logo minha irmã e ele vão voltar e como sempre você vai ficar pra trás.

— Pelo amor de Deus, Miley. Joseph não sente nada pela sua irmã, ela só está perdendo o tempo dela.

— Isso é o que você acha, né querida? Joe nunca deixou de sentir algo pela minha irmã, você vai ver que na primeira oportunidade que Demetria tiver, ela vai pegá-lo de jeito e ai minha filha, já era! Faça bem proveito porque seus dias estão contados, depois que ele souber tudo o que você fez, a única coisa que você vai ter dele é desprezo e raiva. — Miley piscou, pegou sua bolsa e saiu do banheiro sem dar chance de Elisa responder.

— Vejo que os bonitões já se encontraram. — Ela disse assim que se aproximou e viu Liam e Joseph conversando. — Que filme você e sua peguete vão assistir? — Perguntou provocativa e Joe revirou os olhos.

— Velozes e furiosos, e vocês?

— Eu não sou tão boazinha com Liam, vamos assistir A Bela e a fera. — Liam fez uma careta e Miley o abraçou pela cintura. Joe não perdeu a oportunidade e aproveitou para zoar com o amigo. Elisa se aproximou deles o abraçou por trás encostando seu queixo no ombro de Joseph.

— Nós podíamos fazer companhia aos nossos amigos e ir assistir velozes e furiosos, querida. — Liam falou tentando convencer a namorada. Miley fez uma careta e negou com a cabeça.

— Só vamos assistir filmes em casais quando Joseph estiver com a minha irmã. Agora vamos antes que perdemos a sessão, boa sorte, Joe. — Joe franziu o cenho e quando iria responder Miley puxou Liam para longe. Ele beijou a testa de Elisa e entrelaçou suas mãos.

— Não liga pro que a Miley disse, ela é mais infantil que o Daniel. — Elisa assentiu e sorriu quando ele beijou sua mão.


Dia seguinte.
Casa da Dianna, 11:30 da manhã


Demi desceu as escadas e sorriu para Dianna. Sophia correu em sua direção, ela abaixou e abriu os braços para receber sua filha que corria toda desajeitada até ela. Demi pegou Sophia no colo e levantou enquanto enchia as bochechas da garota de beijos e leves mordidas. — Pra onde a senhorita vai? — Dianna perguntou ao ver as vestimentas da filha, ela estava muito bem arrumada. Demi estava vestindo um vestido cinza que batia em cima dos joelhos, um sobretudo preto e nos pés uma botinha preta de salto fino.

— Eu vou ao bistrô. Preciso conversar com Joseph sobre o bazar e ainda hoje tenho reunião marcada com o arquiteto para decidir o projeto da casa, quero resolver isso o mais rápido possível para ficar livre. — Dianna cruzou os braços e arqueou a sobrancelha, ela torcia muito pela reconciliação do casal mas tinha medo de que um dos dois saíssem com o coração inda mais machucado, sabia que Demi ficaria arrasada caso não conseguisse tê-lo de volta. 

— Demi... 

— Mãe, meu mundo não gira em torno de Joseph. Eu estou indo falar com ele e serei extremamente profissional, nossos problemas pessoais não vão ser discutido em um bistrô e o restaurante não é um território privado dele, o.k? 

— Eu espero mesmo que você vá resolver coisas profissionais. — Demi revirou os olhos e pegou sua bolsa. 

— Eu vou levar Soph comigo, o.k? 

— Tudo bem mas qualquer coisa me liga e me promete que não vai atrás de confusão com Joseph. — Demi assentiu e beijou a bochecha da mãe.

Assim que Demi adentrou no restaurante, ela sorriu e cumprimentou Paul com um breve beijo na bochecha, assim que viu o avô Sophia abriu os braços para ele e sorriu animada quando estava aninhada nos braços de Paul.

— Eu adoro quando você trás minha netinha pra cá. — Paul disse sorrindo, ele adorava Sophia. — Daniel daqui à pouco chega por aqui para ajudar na bagunça. — Brincou e Demi sorriu, era bom Sophia criar amizade desde pequena, isso não aconteceu com ela e ela acabara ficando sem amigo nenhum e a única que ela considerava lhe apunhalou da pior maneira. 

— Eu tenho certeza que ela também adora vir pra cá aprontar, ontem mesmo ela riscou toda a parede da casa da minha mãe. — Paul gargalhou alto e os olhinhos atentos de Sophia olhou para ele curiosa. — Agora eu tenho que chamar um pintor para ir pintar aquelas paredes, caso você conheça algum, pode me indicar. 

— Pode deixar que eu mesmo faço isso, não precisa se preocupar com isso. 

— Obrigada, Papa. — Sorriu e se apoiou no balcão. — Paul, Joseph está por aqui? — Perguntou mordendo o lábio inferior. — Eu precisava falar com ele sobre o bazar.

— Ele saiu para uma breve reunião, deve chegar em poucos minutos se quiser esperá-lo na sala dele, fique à vontade. — Demi assentiu e sorriu agradecida. — Querida... — Chamou-a e Demi virou-se para ele. — Eu torço muito por vocês dois mas vá com calma, o.k? Ele ainda está muito magoado com tudo e se você apressar as coisas vai acabar estragando tudo.

— Você acha que eu estou forçando demais? Eu gosto dele, Paul. Eu gosto muito, neguei por muitos anos esse sentimento dentro de mim e agora não dá mais pra deixá-lo escondido, entende? Eu quero que sejamos felizes juntos e estou batalhando pra isso mas eu estou lutando sozinha...

— Você vai precisar ser forte e ter muita paciência com ele, Demi. Eu conheço o meu filho e te digo: Se for preciso te machucar pra se proteger, ele vai te machucar, nem que ele se arrependa disso depois. — Paul beijou o rosto de Sophia e colocou uma das mãos na cintura. — Joe já passou por muita coisa nessa vida, por mais que ele não se lembre... meu menino é um guerreiro e aprendeu a se proteger desde pequeno então vá com calma, eu não quero que você fique com o coração partido, o.k? — Demi assentiu e sorriu agradecida. — Pode ir, eu fico com Sophia.

— Obrigada, Paul. — Demi caminhou até a sala de Joe e entrou. Aquele lugar tinha o cheirinho dele e foi quase impossível não sorrir. Ela observou tudo atentamente e guardou cada detalhe daquela sala, tudo ali tinha a cara dele. Demetria suspirou e sentou no sofá que havia ali no canto e esperou pacientemente, enquanto ela não chegava trocou mensagens com alguns amigos de Nova York e confirmou a reunião que teria com o arquiteto. Quando a porta se abriu, ela sentiu seu coração bater rapidamente no peito.

Joseph adentrou na sala e parou assim que viu Demi sentada no sofá, ele sabia que ela esperava por ele mas não estava preparado, toda aquela aproximação estava sendo demais pra ele. Joe fechou a porta e foi até sua mesa, quanto mais longe melhor! — Boa tarde. — Cumprimentou apenas por educação. Demi respirou fundo e o cumprimentou da mesma forma. — Meu pai falou que você quer conversar sobre o bazar, como pretende fazer esse bazar? — Perguntou e Demi franziu o cenho, ela se recusava à falar com toda aquela distância entre eles. Joe olhou pra ela pela primeira vez e franziu o cenho quando ela não respondeu. — Algum problema?

— Você trata todos os seus clientes assim? — Perguntou cruzando os braços.

— Você não é idiota, Demetria. Sabe muito bem porque está sendo tratada dessa maneira. — Disse e encarou o notebook, ele olharia para qualquer lugar daquela sala menos nos olhos dela.

— E parece que você não sabe separar a vida profissional da pessoal. — Ela levantou e se aproximou dele, puxou a cadeira e sentou de frente à ele. O vestido dela subiu um pouco assim que ela cruzou as pernas, Joe desviou o olhar e engoliu seco, o que aquela mulher estava fazendo com ele? — Vai ser um bazar beneficente, o dinheiro que arrecadarmos vai para alguma instituição.

— Qual a data?

— Eu quero fazer antes do casamento da Ellie, sei que está um pouco em cima da hora mas eu realmente preciso fazer isso com urgência, tem muita coisa que eu preciso me desfazer antes de me mudar.

— Final de semana tá bom pra você? — Demi assentiu e pousou suas costas no encosto da cadeira macia.

— Quanto vai ficar tudo?

— Eu não vou cobrar de você, Demetria.

— Porque não? Quanto vai ficar tudo, Joseph?

— Meu Deus, como você é teimosa. — Demi riu e balançou a cabeça. Ela o olhou e suspirou, era incrível como o tempo parecia fazer bem para ele. A cada dia ele ficava melhor, mais sexy e bem mais bonito. — Podemos resolver o valor depois do bazar, pode ser?

— Como quiser, contanto que resolvemos. — Joe riu e mordeu o lábio inferior. Ele tinha noção de como aquilo era sexy? Ele levantou e se aproximou, Demi também levantou, ela pegou sua bolsa e assim que virou tropeçou no próprio salto. Joe segurou ela pelo braço antes que ela fosse de cara no chão! Demi sentiu a respiração pesar assim que viu a proximidade em que eles estavam. Seu braço parecia queimar com o toque dele e seu coração estava acelerado. Joe respirou profundamente e desviou o olhar para os lábios dela que estavam entreabertos. Demi levantou a cabeça e seus narizes se tocaram, ela acariciou o rosto dele delicadamente e Joe fechou os olhos correspondendo ao toque enquanto sentia seu coração disparado dentro do peito. Ele não iria impedir. Não demorou muito para sentir os lábios dela pressionarem os seus. Demi encaixou seus lábios perfeitamente e intensificou o beijo. Joe sentia-se como se tivesse um festival de fogos de artifícios tomando conta do seu estômago, depois de dez anos ele ainda se sentia assim? As mãos dela foram parar na nuca dele puxando levemente o cabelo daquela região, as mãos e Joseph estavam em sua cintura e abraçavam-lhe fortemente. Ela não queria que aquele momento acabasse, aquilo parecia tão certo! Suas bocas se encaixavam perfeitamente, enquanto suas línguas  se entrelaçavam numa perfeita sintonia, parecia que só existia os dois no mundo mas toda aquela magia desapareceu quando Joe empurrou ela e passou uma das mãos pelo cabelo. Que diabos ele estava fazendo?

— Sai daqui! — Ele pediu e Demi respirou fundo. — Anda, Demetria! Eu estou mandando você sair daqui.

— Para de agir como um idiota, Joseph Jonas! Eu não beijei você sozinha, você correspondeu cada segundo e eu não vou levar a culpa disso sozinha, você queria isso tanto quanto eu! Seja homem o suficiente e assuma essa merda. — Demi saiu daquela sala sem olhar pra trás, ela mordeu o lábio inferior ainda sentindo seu corpo vibrar com aquele beijo, aquilo tinha sido muito bom! Assim que chegou na areá do restaurante, ela deu de cara com Elisa. As duas se encararam como cão e gato. Demi sorriu debochada e desviou o olhar para a pessoa que acabara de entrar no bistrô, aquele rosto era conhecido. Assim que os olhares se cruzaram ela não conseguiu conter o sorriso.

— AI MEU DEUS! — Chloe Bridges gritou da porta do bistrô, ela correu e abraçou Demi.

Chloe, Demi e Elisa. As amigas inseparáveis da adolescência.

— Parece que eu estou tendo um djavú. — Miley disse para Paul ao ver Demi, Elisa e Chloe juntas.

— Se eu soubesse que você estava em Nashville teria vindo mais cedo, o que faz aqui? Tô sabendo que você virou uma estilista de sucesso, inclusive esse vestido foi desenhado por você. — Sorriu e deu uma voltinha mostrando o vestido vermelho e sexy que ela estava usando. — Mulher, você sumiu do dia pra noite.

— Você sabe muito bem porque eu fui embora. — Chole assentiu e olhou para Elisa, a mulher revirou os olhos e caminhou em direção à sala de Joseph. Inferno! Chole sabia demais e ela podia estragar todos os seus planos em dois tempos, era só ela abrir a boca. — E você? O que está fazendo aqui?

— Casamento da minha prima.  — Disse sorrindo, ela e Ellie eram primas! — Vim mais cedo para ajudar nos preparativos finais, você sabe nunca tive muita paciência para relacionamentos e todas essas baboseiras de casamento. — Fez careta e Demi riu. Parecia que ela não havia mudado nada! — Ai meu Deus, Miley? — Perguntou olhando para a loira apoiada no balcão. — Menina como você cresceu, não acredito que desapegou do cabelão ruivo, você está tão linda, um mulherão.

— Você também está linda, aonde esteve por todos esse anos?

— Estou morando em Milão e trabalho numa empresa de publicidade. — Sorriu e desviou o olhar para Sophia que estava nos braços de Paul. A garotinha olhava para a mãe e sorria, como se estivesse encantada. — Adotou outra criança, Paul?

— Não, essa é minha netinha, filha da Demi. — Demi sorriu e mordeu o lábio inferior. Chole olhou para Demi e abriu um enorme sorriso, se ela era neta de Paul, significava que...

— VOCÊ E JOSEPH VOLTARAM? — Ela gritou chamando atenção de várias pessoas que estavam no estabelecimento. Demi sentiu as bochechas corarem e desviou o olhar de Miley quando lembrou-se do beijo na sala dele. Joseph apareceu no local com Elisa logo atrás dele. O sorriso de Chole se alargou ainda mais. — Com todo o respeito Demi mas Joseph fica cada dia mais lindo, eu quero saber de tudo. Como vocês voltaram? Eu fiquei sabendo que você estava casada com um empresário. — Tinha como aquela situação ficar ainda mais constrangedora? Demi olhou para Joe, ele mordeu o lábio inferior e desviou o olhar dela. Porque Chole tinha que ser tão agitada?

— Eu e Demetria não estamos juntos. É muito bom ver você, Chole. — Ele sorriu e a abraçou. Joseph sabia de todas as coisas que Chole, Demi e Elisa aprontavam quando eram mais novas mas Chole era uma boa pessoa e ele gostava muito dela, ela era verdadeira e sempre falava o que pensava, assim como Miley.

— É muito bom te ver também, Joseph. — Ela separou o abraço e o observou. — Eu não acredito que vocês não estão juntos, logo vocês que me faziam acreditar no amor. — Joseph fez uma careta e coçou a nuca.

— Papai. — Sophia sorriu e chamou Joe com a mãozinha, ele sorriu e beijou a testa da pequena, não tinha mais volta, ele amava aquela garotinha como se fosse o pai dela.

— Oi princesa. — Ele tocou o narizinho da pequena e ela riu segurando o dedo dele.

— Vocês não estão mais juntos mas capricharam na hora de fazer essa belezura. — Demi sentiu as bochechas esquentarem e tudo o que ela desejava naquele momento era um buraco para se enfiar. Chole sorriu e segurou a mãozinha de Sophia.

— Joseph não é o pai dela, Chole. — Demi disse sem graça.

— Eu preciso ir, tenho um compromisso agora à tarde. — Joe entrelaçou sua mão com Elisa e sorriu para Chole. — Depois nós nos falamos. — Chole assentiu e franziu o cenho quando os dois saíram sorrindo um para o outro como um casal feliz.

— Não me diga que eles...

— Que eles estão juntos? Sim, estão e só de lembrar disso eu tenho vontade de vomitar. — Miley disse fazendo careta, Sophia riu e esticou os bracinhos para ir pro colo da tia.

— E ele está com ela mesmo sabendo de toda a merda que ela fez? — Merda? Paul franziu o cenho e cruzou os braços querendo saber mais sobre aquilo. Chole mordeu o lábio inferior e suspirou.

— Todas nós temos uma parcela de culpa pelo o que aconteceu, Chole. Mas como você viu, ele só culpa à mim por tudo o que aconteceu, apenas à mim.

— Ele te culpa porque te ama! — Miley disse tentando confortar a irmã, nada tirava da sua cabeça que algo havia acontecido com eles na sala de Joseph e quando ela chegasse em casa iria querer saber detalhes.

— Bela forma de demonstrar amor. — Disse irônica e revirou os olhos. Sophia coçou os olhinhos e encostou a cabeça no ombro de Miley. Estava na hora da soneca da tarde dela. — Eu acho que vou pra casa, Sophia precisa almoçar e depois dormir. — A garotinha estava inquieta e resmungava, com o tempo Demi foi aprendendo a notar o jeito que a filha se comportava quando estava com fome, sono ou com dor. Demi pegou a menina no colo e aconchegou ela em seus braços. — Acho que ainda vamos nos esbarrar por ai, certo? — Chole assentiu e sorriu.

— Com certeza, nos vemos por ai. E parabéns, sua filha é linda.

— Obrigada. — Demi sorriu e virou-se para Paul e Miley. — Depois nos falamos. — Ela se despediu de cada um com um abraço e caminhou em direção ao carro.

— Aposto cem dólares que Demetria e Joseph estão tendo um remember. — Remember? Paul franziu o cenho e riu balançando a cabeça.

— Remember?

— É querido, Papa. Eles estão tendo um remember, se pegam e fingem que nada está acontecendo. Tenho certeza que Joe colocou uma par de chifre na cabeça de Elisa.

— Está apostado, acho que ainda não aconteceu. — Paul sorriu e eles trocaram um aperto de mão.

— Papa, acho melhor você quebrar seu cofrinho, eu concordo com a Chole, alguma coisa aconteceu dentro daquela sala! — Miley disse e sorriu quando Liam lhe abraçou pela cintura e depositou um beijo em seu pescoço.



***


Joseph estava o caminho todo calado e Elisa estava estranhando todo aquele silêncio entre eles. Joseph não a olhava nos olhos e respondia suas perguntas em monossílabas, aquilo tudo estava muito estranho. O que tinha acontecido entre ele e Demetria? Aquele sorriso sínico que Demetria havia lançado para ela... tinha certeza que algo estava acontecendo. — O que Demetria estava fazendo no bistrô? — Perguntou arrumando o cinto de segurança. Ela e Joseph haviam ido à uma breve reunião, Elisa estava apresentando para ele um novo fornecedor.

— Foi conversar sobre o bazar que ela e Miley querem fazer no bistrô. — Deu os ombros e respirou profundamente, aquele beijo não saia da sua mente, como pode ceder tão facilmente? Elisa o olhou atentamente e ele olhou para ela, estava se sentindo tão culpado, Elisa não merecia aquilo. Ele sorriu e desviou o olhar para estrada. — Pensei que ficaria feliz em rever Chole. — Joe disse sem olhá-la. Até onde ele sabia, Elisa e Chole não tinham brigado, elas ainda eram amigas apesar de toda a distância.

— E quem disse que eu não fiquei? — Cruzou os braços e Joe a olhou surpreso pela resposta, ela estava irritada? — Eu só não tive tempo de falar com ela, Demetria roubou a cena, patética como sempre.

— Sophia me chama de pai, Chole apenas ficou confusa e pensou o que não deveria. Não tem porquê você ficar tão brava.

— Você não deveria criar laços com essa garota, ela nem é sua filha e outra, eu não confio em Demetria, não confio mesmo e sei que algo aconteceu naquela sala, o jeito que ela me olhou quando eu cheguei...

— Nós já conversamos sobre isso milhares de vezes mas parece que não adianta nada, não é mesmo? Você continua desconfiando de mim, acha que sou o que? Eu fico puto quando você insinua que eu estou te traindo com Demetria, se for pra continuar assim é melhor acabar com o que nós temos. — Ele disse firme mas estava se sentindo culpado, Elisa tinha todo o direito de estar insegura, ele também estava mas não deixaria Demetria se aproximar dele nunca mais.

— O problema não é você, é ela! Ela é o problema desde que pisou os pés nessa cidade.

— Esse assunto só vai nos aborrecer cada vez mais, vamos deixar isso pra lá e focar na gente que é tudo o que importa. Tenta trazer segurança para o nosso relacionamento, querida. Eu prometo que vou ser mais cuidadoso e não vou deixar Demetria se aproximar. — Ele entrelaçou suas mãos e depositou um beijo no dedo dela.

— Eu amo você, Joe. — Ele parou no sinal vermelho e aproveitou para selar seus lábios num beijo, ele não estava sentindo a mesma sensação que havia sentindo enquanto beijava Demi mais cedo, porque diabos ele estava comparando as duas?


--

finalmente voltei com mais um capítulo. 
essa semana foi bem corrida pra mim, sem contar que tive que reescrever esse capítulo inteiro.
o que vocês acharam? me digam nos comentários, tentei escrever esse beijo da melhor maneira
depois de tanto tempo já estava na hora de acontecer e posso garantir que a partir daqui as coisas
vão começar a esquentar. vai ser tiro pra todo lado.
respostas dos comentários aqui e aqui.
espero de coração que vocês gostem, volto assim que puder
bjs <3 


casalzão da porra.


28 comentários:

  1. Não sei o que dizer, apenas sentir. SIMPLESMENTE AMEI!!!!

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAHHHHHHH apareci aqui, para avisar que esse capitulo foi tipo o mais que perfeito, não sei o que dizer, apenas sentir. Amiga que orgulhooooooooo!!!!!!!!!!

    Quando der, por favor, poste !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz quem tenha gostado.
      obrigado pelo carinho <3
      vou pistar agora mesmo, bjs.

      Excluir
  3. Amei o beijo jemi . Que raiva dessa cobra da Elisa ela precisa ser desmascarada .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você vai amar o próximo ainda mais.
      ela vai ser e está bem breve disso acontecer, aguarde.

      Excluir
  4. EU FICO TAAAAAAAAAAO TRISTE QUANDO NAO CONSIGO COMENTAR AQUI A TEMPO
    MEU DEUS MILEY EU TE VENERO.
    JÁ SEI QUE MILEY E CHLOE VÃO SE JUNTAR PARA APOIAR JEMI.
    JÁ A ADORO!
    Aposto que ela vai ajudar a desmascarar Elisnake junto com Josh
    MENINA NÃO ME FAZ ESPERAR MAIS.
    Jophia é meu amor, mal vejo a hora de momentos família de verdade.
    XOXO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. miley rainha da porra toda.
      a chole foi muito bem aceita por aqui e eu fiquei muito feliz por isso, ela e miley juntas vão aprontar muito já que elas tem uma personalidade parecidas
      eu sinto muito em fazer vocês esperarem mas a semana está sendo uma correria e eu acabo sem tempo pra escrever algo.
      jophia melhor otp que respeitamos.

      Excluir
  5. Poxa só quero que se junte Miley,Sel,Chloe e o Josh pra desmascarar a cobra da Elisa e fazer o Joe​ ficar com cara de boco e eles saírem de lá reinando e mostrando que mandam nessa bagaça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles vão se juntar, vai ser tiro pra todo lado!
      hahaha joe vai cair das nuvens e se ferrar todo

      Excluir
  6. Choe ja te amo kkkkk os dias da lacrai estao contados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chole muito bem recebida, fiquei feliz por isso?
      estão mesmo, ela vai se ferrar bem em breve.

      Excluir
  7. MEU DEUS! Que beijo!!! Já quero outros e mais outros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai ter outro beijo no próximo mulher, segura essa marimba.

      Excluir
  8. Jemii se beijo AAAAAHHH SURTEI ❤
    Cara a Chloe mal chegou e já tou começando a gostar dela.
    Quero que ela se una a squad logo pra desmascarar a vaca da Elisa.
    Cara as vezes da muita raiva do Joe sério como ele pode ser tão cego ?
    Amei o capítulo, bjs e posta logo 😘😘❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. segura a marimba que mais beijo está vindo por ai.
      chole vai ser muito amada, o tempo que ela estiver por aqui vai ser de reinado. só vem!
      o squad vai se juntar em breve, só aguarde, em breve mesmo!
      eu também sinto raiva mas meio que entendo o lado dele, ele sofreu muito pela demi e só está tentando se defender.
      fico feliz que tenha gostado.
      bjs, posto hoje em nome de jesus

      Excluir
  9. AAAAAAAAAAAAAAHHHHH MEU DEUS ❤❤❤❤❤ POSTAAA Tô amando ! Esperei tanto por esse beijo
    #BeijoJemi 💜😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou postar hoje <3
      essa espera toda valeu à pena, muitos e muitos beijos vem por ai.
      bjs

      Excluir
  10. Acho que a Chloe vai ajudar muito em! Kkk 😍😍😍😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela vai ajudar sim, vai ser a rainha da fanfic pelo tempo que estiver por aqui.
      aguarde.

      Excluir
  11. Ficou perfeito o beijo e o capítulo todo. Continua ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      continuo sim, bjs

      Excluir
  12. Parabéns!!! E como sempre Sophia roubando a sena kkkkk amo, amo, amo!
    Já ansiosa pelos próximos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada <3
      sophia rainha sim, manas.
      vou postar hoje

      Excluir
  13. Quando sai um novo capítulo? #Ansiosa #AmandoDms

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sai hoje, finalmente.
      me desculpa pela demora </3

      Excluir
  14. Enlouquecendo 3.2.1.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. enlouquece não mana, que vem capítulo novo por ai.

      Excluir